quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

STF tenta evitar casos pequenos, mas ainda perde tempo julgando “ladrão de galinha”

Wanderley Preite Sobrinho, do R7


Tribunais inferiores mandam questões “insignificantes” para a mais alta Corte do país


Os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) estão sempre prontos para julgar as maiores autoridades do país – como o presidente da República -, extraditar estrangeiros e garantir um único entendimento para questões que envolvem a Constituição Federal. 

Apesar de tanto problema para resolver, eles ainda precisam encontrar tempo para julgar causas pequenas que poderiam ter sido resolvidas por outras instâncias da Justiça brasileira. Eles julgaram, por exemplo, o roubo de um celular de R$ 150, o furto de uma garrafa de vinho, avaliada em R$ 20, e o furto de uma roda de carro que custava R$ 160.

Esses julgamentos acabam retardando causas que realmente merecem a atenção dos ministros, como o caso do mensalão – pagamento de propina a políticos da base aliada em 2005. Nos últimos dois anos, o STF julgou 70 ações consideradas insignificantes. O “Princípio da Insignificância” é o nome dado pelos magistrados ao dispositivo usado por eles para absolver o réu e encerrar uma ação que chegou até eles.
O STF precisou intervir para colocar um ponto final em um processo que quase condenou um homem a cinco anos e quatro meses de prisão por ter furtado uma lâmina de serra usada e 30 metros de fio de cobre avaliados em R$ 15,50.

Em maio, o ministro do STF Celso de Mello relatou o caso de um mineiro que tentou furtar de um supermercado cinco barras de chocolate que, juntas, custavam R$ 20. Em julho, foi a vez do ministro Eros Grau absolver um homem que levou R$ 70 de um minimercado na cidade de Carazinho, no Rio Grande do Sul.

O Supremo também recebeu o caso do militar que foi encontrado com 0,25 gramas de maconha e do homem que colocou nos bolsos dois xampus, quatro desodorantes e um isqueiro, mas precisou devolver tudo porque foi surpreendido pelo circuito interno do supermercado. Valor da contenda: R$ 51,73.

O professor de direito penal da USP (Universidade de São Paulo), Miguel Reale Jr., afirmou ao R7 que esses casos só chegam à Corte porque os juízes dos Tribunais de Justiça não respeitam as seguidas absolvições do Supremo para casos pequenos e continuam condenando os acusados. 

- Se os juízes dos Tribunais de Justiça não respeitam o que está consagrado na jurisprudência [decisões do STF tomadas como exemplo por outras instâncias] sobre os fatos de ínfima relevância, é natural que esses processos cheguem ao Supremo porque é a única forma de se fazer justiça. Desse jeito, o STF acaba acumulando questões que deveriam ser resolvidas em primeira e segunda instâncias.

O professor também criticou o Ministério Público, que deveria pedir o arquivamento de ações como essas.
- Para que continuar com o processo se já sabemos o resultado?
Além de congestionar o STF, os processos envolvendo valores irrisórios acabam custando uma fortuna.
- Até chegar ao Supremo, essas ações custaram dinheiro aos cartórios, ao acusado, ao defensor público, aos promotores e à defesa.

Já os ministros vêm fazendo o que podem para evitar esses julgamentos. A principal ferramenta usada por eles foi batizada de Repercussão Geral, aprovada em 2004 e implantada em 2007. Trata-se de uma espécie de filtro usado pela Corte para só analisar os recursos de relevância social, política, econômica ou jurídica.

O resultado já é sentido. De acordo com o presidente do STF, Gilmar Mendes, chegaram à Corte 100.997 processos entre janeiro e outubro de 2007. Esse número caiu para 58.638 no mesmo período de 2008 e para 35.580 em 2009.

O próprio ministro já disse que é um dos defensores da Repercussão Geral:
- Nós estamos tendo uma redução significativa do número de processos distribuídos aos ministros.
Apesar do sucesso do dispositivo, os casos insignificantes para o resto do Brasil continuam chegando ao Supremo. Em maio, a ministra Ellen Gracie precisou tirar a toga do guarda-roupa para julgar o roubo de sete cadeiras de palha avaliadas em R$ 91.

Fonte:  http://noticias.r7.com/brasil/



Astrônomos encontram galáxias mais distantes do universo

Astrônomos dos Estados Unidos conseguiram vislumbrar galáxias que surgiram apenas 500 milhões de anos depois do Big Bang, mais de 13 bilhões de anos atrás. Em, agosto, o Telescópio Espacial Hubble, da Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa), obteve a imagem mais profunda do universo conseguida até o momento, em uma banda do espectro próxima ao infravermelho. 

O telescópio espacial americano estava utilizando seu mais novo conjunto de olhos, a Wide Field Camera 3 (WFC3), instalada por astronautas em uma missão de manutenção realizada em maio.

Na banda do espectro próxima ao infravermelho, os astrônomos são capazes de detectar galáxias tão distantes, e se afastando com tamanha rapidez, que sua luz se distende mais do que a luz visível, e com isso se torna mais avermelhada. Quanto mais distante um objeto, maior o desvio da luz para o vermelho, conhecido como "redshift.

Nos últimos meses, pesquisadores vêm avaliando os novos dados obtidos pelo telescópio - mostrando uma porção do céu equivalente a cerca de 8% do diâmetro da Lua cheia, observada por 173 mil segundos ao longo de quatro dias-, em busca de galáxias antigas que possam ajudar a aprofundar a compreensão dos cientistas sobre o desenvolvimento do universo. A recordista atual em termos de distância confirmada é uma galáxia avistada em forma de pulso de raios gama, descoberta em abril, com um índice de redshift da ordem de 8,2 pontos.

Agora, o astrônomo Garth Illingworth, da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, e seus colegas encontraram indícios provisórios da existência de três galáxias com desvio ao vermelho da ordem de 10 pontos. Isso indicaria que elas já existiam quanto o universo tinha entre 3% e 4% de sua idade atual, e estariam entre os mais antigos objetos já avistados pelo homem. As descobertas foram postas no site da arXiv.org.

"Ainda que não se trate de algo realmente inesperado, localizar galáxias de tempos tão distantes é muito animador", disse Illingworth, que também ajudou a criar um conjunto de imagens e dados baseado nas observações do Hubble e disponível para o público. "Não existe uma prova conclusiva ainda, mas estamos confiantes em que seja isso que estamos de fato observando". 

A descoberta pela equipe de galáxias com redshift da ordem de 10 pontos não é a primeira. Por exemplo, Rogier Windhorst, da Universidade Estadual do Arizona, em Tempe, e seus colegas reportaram ter identificado 20 galáxias com redshift próximo aos 10 pontos, no mesmo conjunto de dados, ainda que elas não incluam qualquer das três observadas por Illingworth. Windhorst e seus colegas postaram os dados sobre suas observações no site arXiv.org em outubro.

As diversas equipes discordam sobre como exatamente definir essas galáxias distantes, e o que constitui uma detecção definitiva. Illingworth argumenta que os padrões adotados pelo grupo de Windhorst não são suficientemente rigorosos, e que algumas das galáxias detectadas pela outra equipe estavam próximas de galáxias brilhantes e de grande porte, o que poderia ter contaminado os resultados. 

"Isso pode ter confundido o software que eles utilizaram e os levado a identificar uma série de objetos que na verdade não eram verdadeiras galáxias com redshift acentuado", ele afirma. Illingworth também aponta que a presença de 20 galáxias com redshift da ordem de 10 pontos em uma região tão pequena do espaço indicaria um índice de formação de estrelas superior ao que vem sendo previsto já há algum tempo.

"Os resultados da observação não batem com aquilo que esperávamos, tanto em termos teóricos quanto em termos lógicos", ele afirmou. Windhorst reconhece que seu grupo "pode ter obtido resultados excessivos", mas acrescenta que o grupo de Illingworth foi "conservador em excesso". Ainda assim, Windhorst apontou que duas das galáxias identificadas pelo pessoal de Illingworth não satisfaziam os critérios de sua equipe para definir um redshift elevado, e que a terceira não havia sido detectada depois do processamento dos dados.
"É bom avaliar as coisas de maneira conservadora, mas não creio que eles tenham conduzido uma redução de dados com a qualidade que poderiam ter atingido", afirmou Windhorst.

Mas a equipe de Illingworth "parece ter realizado um trabalho mais cuidadoso que a de Windhorst", disse o astrônomo Richard Ellis, do Instituto de Tecnologia da Califórnia, em Pasadena. Em 2007, ele reportou galáxias candidatas a apresentar redshift da ordem dos oito a 10 pontos, usando o telescópio Keck, no Havaí.

Ellis acrescentou que a equipe de Illingworth "se esforça muito para justificar as galáxias candidatas", embora ele considere que a detecção dos objetos com alto redshift por apenas um filtro da câmera requeira cautela, já que muitas alegações semelhantes, entre as quais as suas, foram revisadas posteriormente por outros estudiosos, com resultados contraditórios.

"O histórico de alegações sobre a descoberta de galáxias com redshift de 10 pontos é falho, mas ainda assim interessante", ele diz. "Em última análise, ainda temos de descobrir como confirmá-las. Será uma empreitada muito difícil, como provou o trabalho com outras galáxias candidatas já provou".

Tradução: Paulo Migliacci ME

Fonte: http://noticias.terra.com.br/ciencia/ 

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Obama vê acordo sobre mudança do clima em Copenhague

Reportagem de Alister Bull


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está confiante em um acordo sobre a mudança climática na conferência da Organização das Nações Unidas (ONU) em Copenhague, disse a Casa Branca nesta terça-feira.

"O presidente acredita que podemos obter um acordo operacional que tenha sentido em Copenhague", disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, a jornalistas.

A secretária de Estado, Hillary Clinton, escreveu em um artigo no International Herald Tribune nesta terça-feira que o sucesso em Copenhague exige que todas as economias tomem ações decisivas e concordem com um sistema que seja transparente e confiável.

"O presidente revisou os esforços dos Estados Unidos sobre as mudanças climáticas, reiterou seu compromisso de fazer progresso em direção a uma conclusão bem sucedida de um acordo operacional em Copenhague", afirmou Gibbs.

Líderes mundiais participam de uma conferência na capital da Dinamarca para tentar chegar a um acordo para combater o aquecimento global. Obama, que chegará a Copenhague na sexta-feira, conversou com seus colegas da Grã-Bretanha, França e Alemanha antes de sua viagem, disse Gibbs.

"Todos estão empenhados em trabalhar juntos. E, obviamente, ficarão todos juntos nos próximos dias", acrescentou.

Fonte:  Reuters

STJ decide amanhã se quebra sigilo de envolvidos no mensalão


Laryssa Borges

O ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), deve decidir até esta sexta-feira se autoriza a quebra de sigilo bancário e fiscal do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), e de deputados distritais e empresários suspeitos de participar do esquema do mensalão do DEM na capital federal. No mesmo prazo, o magistrado deve avaliar se autoriza ainda que sejam mantidas em sigilo todas as informações analisadas a partir das diligências feitas pela Polícia Federal no último dia 27.

Na noite desta quarta, a Polícia Federal informou ter entregado ao STJ relatório sobre o suposto esquema de mensalão coordenado por Arruda. Ao encaminhar os dados para o STJ, os policiais federais pediram a quebra de sigilo de Arruda, dos parlamentares e empresários envolvidos no caso. De acordo com o STJ, o Ministério Público, para quem os documentos serão encaminhados, deverá dar parecer sobre o acesso, por exemplo, às informações bancárias dos investigados.

Os documentos entregues à Justiça, que já somam 98 páginas e 34 apensos, não trazem, no entanto, qualquer laudo sobre os vídeos em que Arruda e deputados distritais da base aliada aparecem recebendo maços de dinheiro. As perícias sobre as imagens que comprovariam o esquema de corrupção ainda não foram concluídas e serão encaminhadas à Justiça à medida que os peritos policiais forem atestando a veracidade das imagens. 

Técnicos da Polícia Federal estão estimando, por exemplo, a quantia máxima de dinheiro que Arruda e cada parlamentar aparecem recebendo. A partir dessa projeção as investigações irão se desdobrar sobre se os valores declarados na campanha do governador à Justiça Eleitoral correspondem aos que aparecem nas imagens.

Fonte: http://noticias.terra.com.br/brasil/

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Com 1ª imagem, maior telescópio de pesquisa mostra Nebulosa da Chama

O Vista, maior telescópio de pesquisa do mundo, divulgou sua primeira imagem. Ele mostra uma região de formação de estrelas conhecida como Nebulosa da Chama, ou NGC 2024, na constelação de Orion (O Caçador). 

O núcleo da nebulosa é completamente oculto por poeira para a luz visível. Mas a imagem foi feita utilizando-se raios infravermelhos, assim pode-se ver um aglomerado de estrelas muito jovens no coração do objeto.                                                                       
                                                                                       ESO

    1ª imagem do telescópio de pesquisa Vista mostra região de formação de estrelas

O campo amplo do Vista também inclui o brilho refletido da nebulosa NGC 2023, logo abaixo do centro. E há também o contorno vago da Nebulosa da Cabeça do Cavalo (Barnard 3), na área inferior direita. 

A estrela azul brilhante à direita é uma das três estrelas brilhantes que formam o Cinturão de Orion. 

O Vista (Visible and Infrared Survey Telescope for Astronomy, ou "Telescópio de Pesquisa por Luz Visível e Infravermelha para Astronomia", em tradução livre), foi construído por um consórcio de universidades britânicas. Mas passou para o Observatório Europeu do Sul (ESO) em dezembro. 

Foi o último telescópio a ser instalado no observatório do ESO, no deserto do Atacama, no Chile. 

Fonte: Folha Online

Presidente Obama fala sobre guerra em discurso de Nobel da Paz



EDITORIAL

Ao aceitar o Prêmio Nobel da Paz na quinta-feira, o presidente Barack Obama fez o discurso que precisava, mas suspeitamos que não fosse precisamente o que o comitê do Novel queria ouvir. 

Obama foi adequadamente humilde. Ele disse que “comparado a alguns gigantes da história que receberam este prêmio”, suas conquistas “são pequenas” e sugeriu que ele tinha sido escolhido não pelo que fez, mas pelo que esperam que ele faça.

Então, ele reconheceu que a maior parte do que ele chamava de “a controvérsia considerável” ao redor de sua premiação veio pelo fato de que ele é “o comandante-chefe do exército de uma nação que está no meio de duas guerras”. Ele não deu explicações por isso.

Em um discurso que foi tanto sombrio quanto crescente, ele falou e falou sobre o Afeganistão, argumentando que a guerra era moralmente justa e estrategicamente necessária para defender os EUA e outros dos ataques terroristas.

Em um momento de lembranças, ele invocou a memória de Mahatma Gandhi e do reverendo Dr. Martin Luther King Jr., dizendo que sem a visão, liderança e sacrifício, ele nunca estaria naquele palanque em Oslo.

Mas ele disse que não poderia ser guiado somente por seus exemplos: “não se enganem: o mal existe no mundo. Um grupo não-violento não poderia ter parado o exército de Hitler. As negociações não podem persuadir os líderes da Al-Qaeda a baixarem suas armas”.

Em sua introdução, o presidente do comitê do Nobel, Thorbjorn Jagland, fez apenas uma referência breve sobre o Afeganistão. Ele deixou claro que Obama foi escolhido por seu comprometimento, e ações anteriores, para desenrolar as piores políticas e abusos da presidência de George W. Bush.

Ele apontou para a abordagem “diplomática multilateral” de Obama, sua negociação com o Irã, sua decisão em proibir a tortura, seus esforços em reavivar as negociações sobre o controle de armas e participar da discussão sobre o aquecimento global. “O presidente Obama é um líder político que entende que mesmo os mais poderosos são vulneráveis quando estão sozinhos”, disse Jagland.

É um grande alívio ouvir um presidente americano descrever com tanta esperança e respeito. Em seu discurso, Obama lembrou seu comprometimento com essas políticas e princípios, advertindo que “nos perdemos quando nos comprometemos os ideais que lutamos para defender”.

O que mais surpreendeu foi que Obama, frequentemente, usava a guerra do Afeganistão para mostrar seus pontos. Ele disse que mesmo que os EUA confrontem “um adversário perverso que não obedece nenhuma regra”, esse país deve continuar sendo “um símbolo da conduta de uma guerra”.

Enquanto ele se reservava o direito de agir unilateramente em um mundo onde as ameaças são “mais difusas e missões mais complexas”, Obama disse que “os EUA sozinho não podem garantir a paz. Essa é a verdade no Afeganistão”. E ele desafiou diretamente a expansão da ambivalência e aversão à guerra nos EUA e na Europa. “A crença de que a paz é desejada raramente é o suficiente para consegui-la”, acrescentou.

Quando o presidente anunciou seu plano de mandar mais 30 mil tropas para o Afeganistão, na semana passada, o discurso de Obama foi bem argumentado, mas soava mais como um comunicado jurídico do que uma oratória presidencial exemplar. Naquele momento, ele saía de meses de complicados debates internos e sarcasmos dirigidos a ele devidos o ceticismo e a decepção de muitos integrantes de seu próprio partido.

Na quinta-feira em Oslo, Obama argumentou a questão de forma muito mais eloquente. Deixaremos para os filósofos debaterem o que é e o que não é uma guerra justa. Mas concordamos que essa guerra é bem complicada, porém necessária.

Nós também sabemos que não há chance de todos saírem vitoriosos, e a luta mais ampla contra o terrorismo, a menos que os EUA acabem com os padrões internacionais e sustente seus próprios ideais. Essa foi a promessa de Obama e seu desafio daqui para frente.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/new_york_times/

Com Al Gore, evento anuncia aumento do nível do mar em um metro até 2100

Carolina Ribeiro Pietoso, de Copenhague


O ex-vice-presidente dos Estados Unidos e famoso ativista da mudança do clima Al Gore participou de um evento paralelo à conferência climática da ONU nesta segunda-feira. O evento foi realizado para a apresentação de dois relatórios sobre o derretimento das regiões geladas do planeta. Um deles revelou que o nível do mar aumentará em pelo menos um metro até 2100, deslocando milhões de pessoas. 

"Estamos falando aqui apenas dos problemas causados pelo derretimento do gelo das regiões polares e montanhosas do planeta", disse Al Gore. "Milhões de outras pessoas sofrerão com secas, falta de alimentos e outros problemas decorrentes do aquecimento global".

Segundo Dorthe Dahl-Jensen, uma das cientistas responsáveis pelo relatório, intitulado "Melting Snow and Ice - A Call For Action" (Derretimento da Neve e do Gelo - Um Pedido de Ação, em tradução literal), o derretimento do gelo advém primordialmente do aquecimento causado pelas emissões de CO2 que os estudos mostram vir 85% de combustíveis fósseis e 15% da manutenção da contribuição de florestas. "A concentração de CO2 está acumulando e criando mais calor", explicou All Gore. "Nós precisamos agir com base nos dados científicos concretos que temos hoje para impedir um cenário ainda pior".

Além do aumento do nível do mar, o derretimento das regiões geladas podem causar inúmeros outros problemas para o equilíbrio ambiental do planeta. De acordo com o relatório, 85% da energia solar que entra no planeta é refletida pelo gelo e sem ele esta energia será absorvida pelos oceanos, modificando correntes e alterando ainda mais os padrões climáticos.

Na apresentação do outro relatório, sobre o derretimento na região da Groelândia, o cientista Michiel van den Broeke afirmou esperar que "todas as pessoas se alarmem com estes dados". Segundo ele, "as camadas de gelo são um gigante adormecido que nós despertamos com nossas emissões causadoras do aquecimento do planeta e que irão gerar problemas imensos à vida do ser humano na Terra".

Ao final do encontro os relatórios foram entregues à embaixadora norueguesa Gro Halem Brundtland, que os apresentará ao Secretário-Executivo da Convenção do Clima Yvo de Boer. "Eu agradeço, e tenho certeza que De Boer também os parabenizará, pelo esforço que foi feito para se chegar a dados conclusivos sobre o efeito do aquecimento global no derretimento das regiões geladas do planeta", disse ela.

O evento paralelo aconteceu na sala Niels Bohr às 13h desta segunda-feira. Al Gore não falou sobre a COP15 ou qualquer outra negociação em andamento na conferência. Ele não se dirigiu à imprensa e deixou o Bella Center assim que o evento acabou.

Al Gore recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2007 por seu trabalho no combate ao aquecimento global. Ele compartilhou o prêmio com o Painel Intergovernamental para Mudanças Climáticas da ONU (IPCC, na sigla em inglês).

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/conferenciaclimatica/


segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Nasa lança satélite para desvendar "segredos do espaço"

Um satélite da Nasa projetado para desvendar segredos do espaço foi lançado da Califórnia nesta segunda-feira(14).

A missão de US$ 320 milhões, o equivalente a R$ 563 milhões, tem como objetivo descobrir novos corpos celestes usando raios infravermelhos.

Olhando o céu desta maneira, seria possível revelar estrelas e galáxias nunca vistas antes. O satélite batizado de Wise também deve ser usado como parte do Sistema de Defesa do Planeta.

Ele vai detectar asteroides e cometas próximos à Terra, o que poderia ajudar a descobrir se algum deles está vindo em direção ao planeta.

O objetivo final do programa é fazer uma varredura sistemática do céu para ajudar os cientistas a descobrir mais sobre a evolução do universo.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/


sábado, 12 de dezembro de 2009

UE promete 7,2 bi de euros até 2012 a países em desenvolvimento

A União Europeia oferecerá uma ajuda de 7,2 bilhões de euros durante os próximos três anos aos países em desenvolvimento para a adoção de medidas urgentes de adaptação e combate às mudanças climáticas.

A contribuição da UE, de 2,4 bilhões de euros por ano, deverá fazer parte de um "fundo público internacional de urgência".

Esse fundo internacional, de acordo com a ideia europeia, destinaria cerca de US$ 30 bilhões até 2012 (US$ 10 bilhões por ano) para financiar as primeiras medidas de adaptação a secas e ao aumento do nível do mar, de promoção de energias renováveis e de combate ao desmatamento nos países pobres.

"Essa cifra é importante para um acordo (na conferência sobre o clima) em Copenhague e pedimos aos outros países desenvolvidos que também contribuam", disse em conferência de imprensa o primeiro-ministro sueco e presidente de turno da UE, Fredrik Reinfeldt.

O valor foi decidido nesta sexta-feira, ao final de uma reunião de governantes do bloco em Bruxelas, depois de dois dias de intensas negociações.


Para contentar os membros do Leste, que se negam a financiar outros países quando consideram que eles próprios ainda precisam de ajuda para reduzir suas emissões, a UE decidiu que a contribuição de cada país ao fundo seria "voluntária".

Ainda assim, Reinfeldt conseguiu convencer todos os membros do bloco a participar e superou os 6 bilhões de euros que pretendia arrecadar ao início da reunião.

Grã-Bretanha e França serão os maiores doadores do fundo, cada um com um total de 1,7 bilhão de euros nos próximos três anos, segundo informou o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown.

O mesmo valor foi anunciado pela chanceler alemã, Angela Merkel, enquanto Suécia se comprometeu com um total de 750 milhões de euros, e a Espanha, com 300 milhões.

Segundo Brown, 20% do total desse fundo deverá ser destinado a medidas de combate ao desmatamento nos países em desenvolvimento.


Os governantes europeus também reiteraram nesta cúpula sua oferta de aumentar de 20% para 30% sua meta de redução de emissões, com a condição de que outros países desenvolvidos e emergentes façam "um esforço similar".

De acordo com o presidente de turno europeu, as reuniões em Copenhague até o momento não indicam o cumprimento dessa condição.

"A UE é responsável por apenas 13% das emissões globais, por isso não pode ser a única a se comprometer a cortes. Temos um problema global e precisamos de uma resposta global", justificou Reinfeldt.

Ainda assim, Grã-Bretanha e França anunciaram que reduzirão suas emissões em 30%, independentemente do resto do mundo. 

Fonte: http://noticias.terra.com.br/

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Paraíso só para casais veta cranças em praia exclusiva


O Ponta dos Ganchos Exclusive Resort é um sonho para a lua de mel ou para uma escapada romântica e muito especial. Com apenas 25 bangalôs e com entrada proibida a crianças, esse hotel a 40 km de Florianópolis oferece toda a tranquilidade, luxo e conforto que os apaixonados precisam.


Fica em uma península particular e completamente isolada. Sua pequena praia, com águas calmas e esverdeadas, é um convite para o banho, pesca e mergulho. Há barcos a vela e caiaques gratuitos para quem desejar se aventurar no mar. Estão incluídos também quadras de tênis, cinema, academia de ginástica, spa e salão de jogos. Já a Mata Atlântica do local pode ser explorada em diferentes trilhas ecológicas.


Todos os bangalôs têm vista para o mar. Sua decoração respeita o estilo rústico do local, mas sem deixar de garantir os confortos de tecnologia e de serviços. O Especial Vila Esmeralda é o mais completo de todos os bangalôs. São 300m² divididos em quarto, sala, banheiro duplo com spa e um deck. Piscina, jacuzzi e fitness particulares garantem o conforto durante o dia. De noite, para assegurar o bom sono, lençóis egípcios de 600 fios revestem camas de tamanho king size. Os outros quartos todos possuem área externa, TV LCD com canais a cabo, frigobar e internet wi-fi com banda larga. Hidromassagem e sauna estão também incluídos.

A gastronomia não fica para trás. O vilarejo de Celso Ramos, perto ao resort, possui alguns dos melhores mariscos do Brasil. O Ponta dos Ganchos aproveita essa proximidade para preparar excelentes pratos de frutos do mar do chef Luis Salvajoli. Além disso, o melhor da culinária internacional está garantido. Para acompanhar a refeição, uma seleção de mais de 200 vinhos do melhor do Chile, França, Itália e Portugal. Deixe a pressa de lado, pois não há horários definidos tanto almoço como jantar.

Para quem desejar algo ainda mais romântico, na pequena ilha em frente ao resort, é possível reservar um jantar privado com um garçom exclusivo à disposição.

O café da manhã é servido no salão de jogos com um cardápio espetacular: omelete de cogumelos, tapioca com canela e doce de leite, sanduíche quente de brie com geléia e suco de melancia com gengibre são apenas algumas das deliciosas opções. De noite, no mesmo salão, um pequeno bar oferece drinks, taças de vinhos e petiscos para os hóspedes.

Outro point encantador fica no Cantinho da Veleza. Trata-se de um espaço aberto com uma bela vista de pôr do sol. Imperdíveis o churrasco de frutos do mar e as caipirinhas que são servidas todos os finais de tarde no local. 

Fonte: Especial para Terra
          http://vidaeestilo.terra.com.br/ 

Dinossauros surgiram na América do Sul, diz estudo

Uma pesquisa publicada na revista Science nesta sexta-feira indica que os dinossauros podem ter se originado na área que hoje representa a América do Sul.

O estudo mostrou uma nova espécie, o Tawa hallae, que preenche a lacuna de ligação entre o grupo de grandes carnívoros do período Jurássico, os terópodos (Tiranossauro rex e velociraptor), e seus ancestrais, como o herrerassauro, descoberto na Argentina nos anos 1960.

Ambas as espécies compartilhavam da mesma morfologia e tinham traços muito similares, embora o Tawa também carregasse características dos terópodos que estão ausentes no herrerassauro, como bolsas de ar localizadas ao longo da espinha dorsal.


As grandes mandíbulas, os dentes de carnívoros e alguns traços pélvicos foram mantidos quando a espécie evoluiu para os neoterópodes do período Jurássico, extintos há 65 milhões de anos.


De acordo com os pesquisadores americanos, o esqueleto de Tawa foi encontrado em ótimo estado de conservação em um sítio arqueológico estado do Novo México, nos EUA.


A análise dos fósseis indicou que os esqueletos pertenciam a espécies distantes, que haviam migrado da América do Sul para a América do Norte quando os continentes ainda compunham uma única extensão de terra chamada Pangeia.
 
Os pesquisadores ainda afirmaram que o estudo mostra evidências de que os dinossauros tenham migrado para outros continentes a partir da América do Sul.


Fonte: http://veja.abril.com.br/ciencia-tecnologia/

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Veja o que foi divulgado no Twitter


tvrecordrio Bispo PEDIR MAIS CEDO o/aleluia: Brasil - Hacked by Twi John - Fail Shell


O site da Record Rio foi invadido por um hacker hoje(09) que escreveu sobre a eleição para presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região, em São Paulo. Veja a "reportagem" na íntegra abaixo.

Hacked by Twi John - Fail Shell ...
Greetz Dr. Kruel Napall
BISPO PEDIR MAIS CE

09/12/2009 - 18:18 - Fernando Mattos

O Supremo Tribunal Federal (STF) anulou nesta quarta-feira (9), por seis votos a dois, a eleição para presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região, em São Paulo, vencida pelo desembargador Paulo Otávio Baptista Pereira.

Derrotada na eleição, a desembargadora Suzana de Camargo Gomes contestou o resultado. Pela decisão do STF, novas eleições vão ser convocadas para a presidência do TRF de São Paulo.

O Supremo aceitou o argumento de que Paulo Otávio seria inelegível por já ter ocupado o cargo de corregedor e de vice-presidente do tribunal. A Lei Orgânica da Magistratura não permite a eleição de magistrados que já tenham ocupado cargos de direção nos quatro anos anteriores à eleição para a presidência da Corte.

Quem quiser conferir é só entrar no site: http://recordrio.com.br/noticias.php?id=12622




João Alexandre

Hubble encontra galáxias consideradas as mais antigas já vistas


O telescópio Hubble localizou as galáxias mais antigas já vistas no Universo, com o auxílio da nova câmera infravermelha instalada recentemente por astronautas da Nasa (agência espacial norte-americana), revelaram nesta terça-feira (8) cientistas britânicos. 

Na imagem divulgada, os objetos com luz mais fraca e vermelha são galáxias que se formaram na "infância" do Universo, 600 milhões de anos após o hipotético Big Bang, que teria ocorrido há 13,7 bilhões de anos. Assim, estes objetos estariam localizados por volta de 13,1 bilhões de anos-luz da Terra.
                                                                               
                                                                                                                                           AP/Nasa/Esa


         Imagem considerada a mais profunda e antiga do universo, com luz infra-vermelha, captada pelo Hubble

Elas "são, provavelmente, as mais distantes já vistas até o momento", disseram os cientistas que analisaram as imagens. A nova câmera usa raios infravermelhos, invisíveis ao olho humano e com comprimentos de onda por volta de duas vezes maiores que a luz visível. 

As imagens foram captadas em uma região do espaço chamada Campo Ultra Profundo, que começou a ser analisada pelos cientistas há cinco anos.A câmera infravermelha foi instalada por astronautas da Nasa em maio passado, durante a missão de reparo e manutenção do telescópio Hubble, que já tem 19 anos de funcionamento.

France Presse, em Londres

Fonte:  Folha Online

Famílias gastam 10 vezes mais com remédios do que o governo no Brasil

Uma pesquisa divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira revela que as famílias gastam 10 vezes mais com medicamentos do que o governo no país. Segundo o estudo, enquanto as famílias tiveram gastos de R$ 44,7 bilhões em 2007, o governo consumiu R$ 4,7 bilhões, no mesmo período, com remédios de uso humano. 

De acordo com pesquisadores do instituto, os dados do levantamento não contabilizam os gastos da rede hospitalar (pública e privada) com prestação de serviço. 

A pesquisa "Conta Satélite de Saúde Brasil 2005-2007" ainda mostrou que os gastos das famílias com remédios (R$ 44,7 bilhões) é quase igual aos gastos com consultas, laboratórios e outros serviços não hospitalares (R$ 46,1 bilhões). Já a administração gasta apenas R$ 1,3 bilhão com com consultas e laboratórios. 

Dados do estudo ainda apontam que as famílias gastam R$ 11,6 bilhões com planos de saúde, inclusive seguro saúde, e R$ 22,3 bilhões com serviços de atendimento hospitalar. 

O estudo aponta também que, no mesmo período, a proporção dos gastos das famílias com a área de saúde caiu de 58,84% para 57,4%, enquanto os gastos do governo com o setor teve um leve aumento: passou de 40,1% para 41,6%. 

De acordo com pesquisadores do IBGE, apesar do avanço do governo em relação ao aumento dos gastos, a participação pública no país ainda é pequena quando comparada com outros países, que possuem em média 70% dos gastos cobertos pelo governo e 30% pelas famílias. 

"O Brasil tem um padrão que tem o México e outros países com o mesmo tipo de perfil, um gasto proporcionalmente maior das famílias do que o gasto do próprio governo", afirmou a pesquisadora da Escola Nacional de Saúde Pública, Maria Angélica Borges dos Santos. 

DIANA BRITO
colaboração para a Folha Online


segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Flamengo campeão brasileiro de 2009

O Flamengo venceu o Grêmio por 2 a 1, no domingo, e sagrou-se campeão brasileiro de 2009. Jogando em um Maracanã lotado, com um público superior aos 80 mil pagantes, o maior da competição, o time carioca conquistou o sexto título nacional.

O troféu foi assegurado em jogo emocionante. Após estar perdendo por 1 a 0 – resultado que dava o título ao Internacional – o rubro-negro conseguiu a virada com gols de David e Ronaldo Angelim.

O hexacampeonato do Flamengo foi conquistado após uma ‘arrancada’ da equipe na competição. Uma sequência de vitórias, comandadas principalmente por Petkovic e Adriano, destaques do time, colocaram a equipe carioca na liderança na penúltima rodada da competição.




O Campeonato Brasileiro de 2009 teve o Internacional como vice-campeão, o São Paulo em terceiro e o Cruzeiro em quarto lugar e com vaga da Taça Libertadores da América. Entre os rebaixados, Sport, Náutico, Santo André e o Coritiba, que empatou com o Fluminense na última rodada, irão disputar a Série B em 2010.

Fonte:  http://www.noticiasbr.com.br/



Colaboração: Dr. Kennedy Xavier

Conferência de Copenhague começa em clima de esperança por acordo global


Delegações dos 193 países terão apenas 6 dias de reuniões técnicas.
Ministros terão 2 dias para negociar até a chegada dos líderes nacionais.


A Conferência sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas (COP 15) começou na manhã desta segunda-feira (7) em clima de esperança - pelo menos da parte dos organizadores - em relação a um acordo global de redução das emissões de gases causadores do efeito estufa. O evento foi aberto oficialmente pelo presidente da COP 14, o polonês Maciej Nowicki.


Na cerimônia de abertura, o secretário-executivo da Convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climática, Yvo de Boer, destacou que o “tempo de declarações formais acabou”. “Chegou o momento de darmos as mãos”, prosseguiu o representante da ONU.

Ele lembrou aos participantes que lotavam o plenário principal do Bella Center, espaço de convenções onde acontece a conferência, que as delegações dos 193 países terão apenas seis dias de reuniões técnicas para entregar resultados aos seus ministros (no caso da delegação do Brasil, quem está à frente é a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff).

Os ministros, então, terão dois dias para negociar até a chegada dos líderes nacionais que, se as esperanças se confirmarem, podem fechar um acordo climático global até 18 de dezembro.


A prefeita de Copenhague, Ritt Bjerregaard, e o primeiro-ministro da Dinamarca, Lars Rasmussen, reforçaram na abertura a esperança de que as negociações avancem neste encontro. Bjerregaard disse que a cidade precisa se tornar “Hopenhagen”, trocadilho com a palavra “esperança” em inglês (hope) que tem sido usada em campanhas em favor de um consenso climático. As autoridades dinamarquesas esperam que seu país fique marcado como o que selou o acordo que vai substituir o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012.

A presidente da COP 15 e ex-ministra do Clima da Dinamarca, Connie Hedegaard, destacou os compromissos de controle das emissões assumidos pelas nações em desenvolvimento, incluindo o Brasil, e também apelou aos presentes por um acordo.

O presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas da ONU (IPCC, sigla em inglês), Rajendra Pachauri, se juntou a De Boer e aos governantes dinamarqueses ao pedir um acordo em Copenhague.

Ele aproveitou para criticar o vazamento de e-mails trocados por cientistas da Universidade de East Anglia, na Grã-Bretanha, e de outras instituições, que levaram a acusações de que dados produzidos por pesquisadores do clima não seriam confiáveis. Pachauri argumentou que um novo acordo de redução de emissões incomoda de tal maneira que provoca até o cometimento de “ilegalidades”. Ele destacou ainda que as pesquisas produzidas pelo painel não são resultado de trabalho individual,e sim de milhares de cientistas que pesquisam e checam suas conclusões entre si.

Dennis Barbosa 
Do G1, em Copenhague

Fonte: http://g1.globo.com/ 

Fla vence o Grêmio e é hexacampeão brasileiro

Enfim, a torcida do Flamengo soltou o grito de “campeão brasileiro” que estava preso na garganta há 17 anos. O Rubro-Negro venceu o Grêmio de virada por 2 a 1, neste domingo (6), no Maracanã, e conquistou o sexto título brasileiro de sua história. Quem pensou que a vitória do Fla seria fácil, já que o time gaúcho não almejava mais nada no campeonato, se enganou. E no dia em que Adriano e Petkovic estavam pouco inspirados, coube a dupla de zaga David e Ronaldo Angelim marcar os gols rubro-negros e garantir a taça. Roberson descontou para o Grêmio. 

O Flamengo terminou o Brasileiro com 67 pontos, dois a mais que o Internacional, que ficou com o vice.
Os quase 85 mil torcedores presentes no Maracanã não foram suficientes para acordar o Fla, que entrou lento em campo. Já o Grêmio, que não brigava por mais nada na competição, não quis saber do papo de entregar o jogo e criou a primeira oportunidade de gol aos 2 minutos. Túlio (ex-botafogo) chutou da entrada da área e levou perigo ao goleiro Bruno. 


Tentando controlar a ansiedade, o Rubro-Negro tocava a bola, sem criar jogadas mais agudas. A primeira oportunidade só foi sair aos 12 minutos. Aírton deu ótimo lançamento para Adriano, que recebeu dentro da área e chutou de esquerda. A bola desviou na zaga e foi para esanteio. Após a cobrança, a bola sobrou mais uma vez para o atacante, que desta vez chutou por cima do travessão. 


Os lances do Imperador levantaram a torcida e parecia o começo de uma pressão do Fla, que não ocorreu. Apático, o time ficou assistindo o Grêmio jogar e levou o castigo aos 21. Douglas Costa cobrou escanteio da direita e Roberson desviou para o fundo da rede. 1 a Grêmio.
Ansioso, o time rubro-negro foi em busca do empate e fez uma pequena blitz na área gaúcha até conseguir a igualdade aos 29. Pet cobrou escanteio, Adriano dividiu com o zagueiro Léo e a bola sobrou para David, que chutou no canto direito de Marcelo para empatar a partida e aliviar os rubro-negros.
Mesmo com o gol, o Fla continuou devagar em campo e só foi ameaçar o Grêmio nos acréscimos. Adriano cobrou falta da direita para boa defesa de Marcelo, que garantiu a igualdade no placar no primeiro tempo. Com o resultado, o Flamengo estava perdendo o título, já que o Inter estava vencendo o Santo André no Beira Rio.
Ronaldo Angelim marca na segunda etapa e vira o herói do título rubro-negro. A primeira chance de marcar no segundo tempo foi do Grêmio. Aos dois minutos, Douglas Costa quase acertou o ângulo de Bruno. Mas aos três o Fla deu o troco, Pet bateu escanteio da direita e Adriano desviou de cabeça. A bola passou perto da trave direita do goleiro gaúcho. Aos sete, em outra cabeçada, Aírton quase marca o gol da virada, mas Marcelo fez a defesa. 


O Grêmio só se defendia, e o Fla pressionava, buscando o gol que garantiria o título. Aos 23, Adriano foi lançado na área e tentou tocar por cima de Marcelo, que fez mais uma boa defesa. 


E se o Imperador não estava resolvendo, coube a mais um zagueiro fazer o gol da vitória, aos 24. Pet cobrou escanteio da esquerda e Ronaldo Angelim subiu mais que todo mundo para marcar de cabeça e explodir a torcida rubro-negra no Maracanã. 


O tricolor gaúcho não se deu por vencido e quase empatou aos 32. Lucio cobrou falta, Bruno espalmou e a bola sobrou para Maylson, que dentro da pequena área chutou para fora. Depois disso o Fla fez o tempo passar até o apito final que causou uma explosão de alegria no “Maior do Mundo”. 


Fonte: http://www.atibaianews.com.br/

sábado, 5 de dezembro de 2009

Mantenha o colesterol sobre controle

Quase metade dos brasileiros já ultrapassou os limites saudáveis e boa parte nem sabe disso. Os desatentos correm sério risco: o acúmulo de gordura nas artérias predispõe ao infarto cardíaco.

Imagine dois personagens: um deles é um homem obeso, fumante, que não pratica qualquer tipo de esporte e ainda se submete a uma rotina estressante no dia a dia. O segundo é outro homem, exatamente da mesma idade e que adota um estilo de vida saudável: faz caminhadas regulares, vive controlando o peso, não fuma e tem lá suas estratégias para relaxar. Qual dos dois apresenta as taxas mais elevadas de colesterol? Se você apostou no primeiro, é sinal de que precisa mesmo ler esta matéria até o final.

Explicações bastante consistentes poderiam sustentar a hipótese de que os dois sujeitos tenham as mesmas taxas - ou até que o mais re- Mantenha o grado apresente níveis elevados em relação ao colega despreocupado. Mas para entender essa aparente contradição é preciso desvendar, de vez, o que se esconde por trás dessa implacável gordura. O segundo passo, claro, é verificar as suas taxas de colesterol para saber, de fato, como prevenir ou tratar o problema, minimizando os riscos à saúde.

O colesterol é uma substância com aspecto amarelado de gordura, essencial ao bom funcionamento do corpo. Para se ter uma ideia, todas as nossas células precisam dele. "Nosso organismo é composto de trilhões de células e o colesterol integra as membranas de cada uma delas", atesta o cardiologista Antonio Mendes Neto, presidente da regional de Santos da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp). É essa gordura a responsável por tornar nossas microestruturas mais fluidas, permitindo o transporte de substâncias entre elas, de dentro para fora e vice-versa. O colesterol está envolvido, ainda, na produção de hormônios, na síntese de vitamina D e de ácidos biliares que ajudam na digestão, entre muitas outras funções.

Com tantas incumbências importantes, não é de estranhar que nosso organismo o produza em grandes quantidades. Hoje sabemos que apenas 30% do colesterol necessário ao organismo vêm da alimentação, sendo o restante fabricado pelo fígado. Isso explica por que é tão difícil dar palpite sobre as taxas de colesterol dos dois personagens do início da matéria sem incorrer em erro. A herança genética, que influi sobre a produção maior ou menor de gordura no fígado, poderia explicar por que um sujeito magro e cuidadoso apresenta taxas altíssimas, enquanto um obeso sedentário passa ileso por um exame de sangue específico.

Por isso, é quase impossível estabelecer parâmetros para um grupo de risco. "Atualmente, não usamos mais as classificações ligadas a sexo ou faixa etária. Estimamos o risco para cada indivíduo de acordo com o seu quadro clínico e a predisposição familiar", complementa Mendes Neto. Uma pessoa cujos parentes de primeiro grau apresentem problemas cardiovasculares ou taxas de colesterol alto muito precocemente, deverá tomar cuidado dobrado.

Influenciando de maneira importante as taxas de colesterol, elas possibilitam tanto a disparada desses índices quanto seu controle. Tudo depende do tipo de gordura que consumimos e da quantidade de nutrientes desse grupo que incorporamos à dieta diária. Saiba mais:

- A gordura ruim é a que se apresenta em estado sólido à temperatura ambiente e é conhecida como saturada. Ela pode estar visível nos alimentos ou, então, se esconder no meio de suas fibras. Esse tipo de gordura estimula o fígado a produzir ainda mais colesterol, além de dificultar sua remoção.

- A gordura trans é, de todas elas, a mais perigosa. Assim como a saturada, contribui para aumentar os níveis de colesterol ruim e diminuir as taxas de colesterol bom.

- Já a gordura insaturada (poli ou mono) é a menos perigosa. Encontrada normalmente em estado líquido à temperatura ambiente, ela se movimenta mais facilmente no corpo, o que não acontece com as outras duas, que acabam se enroscando na parede das artérias. Mas atenção: quando exposta ao calor por tempo prolongado, a gordura insaturada pode ser convertida em saturada. É que o calor modifica suas estruturas, dando-lhes uma nova configuração. Isso acontece, por exemplo, com o azeite de oliva. Então, o melhor é adicioná-lo às preparações apenas na hora de servir.

Porém, também não vale colocar toda a culpa na família. "Na maioria dos casos, é a combinação das características genéticas - que determina como o fígado removerá o colesterol do sangue - com os maus hábitos alimentares a responsável pelo aparecimento dos problemas associados ao colesterol", afirma o cardiologista Raul D. Santos, diretor da unidade clínica de Lípides do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Incor/HC-FMUSP).


De fato, boa parte da gordura que circula em excesso pelo nosso corpo vem do prato. É esse colesterol que se acumula na parede das artérias, entupindo os vasos e causando a arteriosclerose. "Exceção feita aos problemas genéticos envolvendo a fabricação do colesterol pelo organismo, que são mais raros, a maioria das pessoas que sofre com taxas altas apresenta um desequilíbrio alimentar muito grande. Por isso mesmo, o primeiro passo no tratamento é reorientar a dieta", diz Santos. Estamos falando do colesterol que ingerimos e que está presente em diversos alimentos. Conhecê-los é, portanto, um passo fundamental para controlar os níveis dessa substância em nosso corpo.

Em geral, os alimentos que podem mexer com esses índices, fazendo-os chegar às alturas, são as gorduras. Então, quando pensamos em estabilizar o colesterol - para prevenir problemas ou evitar complicações - o mais importante é restringir o consumo dessas substâncias. "Em adultos, as gorduras totais devem representar 30% das calorias diárias, para garantir o fornecimento de energia, absorção de determinadas vitaminas e síntese de alguns hormônios", explica Rosana Perim Costa, gerente de Nutrição do Hospital do Coração (HCor).
Mas, além de tomar cuidado com as quantidades, é preciso estar atento ao tipo de gordura que se põe no prato. Já ouviu falar em gorduras boas e ruins? Pois elas existem mesmo! "Prefira as poli-insaturadas e monoinsaturadas, encontradas nos óleos vegetais e em alguns tipos de peixes, e evite as saturadas, especialmente as provenientes de animais: ovos, carnes, leite e derivados, entre outros. Estas últimas favorecem o depósito de gordura nas artérias", alerta Rosana. Para você tirar proveito das gorduras, minimizando riscos, siga as orientações dos especialistas ouvidos por VivaSaúde:

- No café da manhã e nos lanches, diminua o consumo de embutidos e dê preferência aos laticínios magros ou desnatados. "Eles possuem o mesmo teor de proteína e cálcio dos integrais, porém, com uma porcentagem de gordura bastante reduzida - que, em alguns casos, chega a ser zero. Além disso, os desnatados são bem menos calóricos", alerta a médica especializada em Endocrinologia e Nutrologia, Ellen Simone Paiva, diretora clínica do Centro Integrado de Terapia Nutricional (Citen).
  
Independentemente de apresentar um histórico familiar favorável ou não, os médicos indicam que todo adulto passe por um check-up a cada cinco anos. Mesmo as crianças, a partir dos 10 anos, devem se submeter ao teste, nem que seja pelo método mais simples, em que se dá uma leve picada no indicador com a agulha. A recomendação é da Sociedade Brasileira de Cardiologia. "Quando a criança tem antecedentes familiares, o teste pode ser feito logo após os 2 anos", diz Raul D. Santos. Nos maiores, a detecção do problema é feita por meio de um exame de sangue simples, chamado de perfil lipoproteico, capaz de medir o colesterol total e suas frações. Isso porque, para uma análise correta, importam, além do colesterol total, os índices de LDL (colesterol ruim), de HDL (bom) e ainda de triglicérides. Em geral, adultos saudáveis devem apresentar colesterol total até 200 mg/dl, LDL menor que 130, HDL acima de 40 para homens, 50 para mulheres e triglicérides até 150. Mas a medida exata para a sua saúde, somente um médico será capaz de lhe dar.


- Alimentos industrializados podem ser ricos em gordura trans, principalmente os de sabor doce: tortas e bolos, biscoitos e achocolatados. Então, evite-os.

- No almoço e jantar, todo cuidado é pouco com as carnes vermelhas. "Muitos pensam que um bife de filé-mignon grelhado, aparentemente magro e sequinho, oferece poucos riscos, só porque não tem a borda de gordura tão evidentede uma fatia de picanha. Eis aí um grande engano, pois o bife é macio justamente por causa do seu teor de gordura, quase tão alto quanto o encontrado no contra filé ou na maminha", esclarece Ellen Paiva. Entre as carnes vermelhas mais magras estão lagarto, alcatra, patinho, coxão duro e músculo.

- Também não dá para exagerar na carne branca, que é um pouco menos gordurosa. "Há que se tomar cuidado com os pedaços escolhidos. A gordura e o colesterol da asa e dos pés do frango, por exemplo, superam a de muitos tipos de carne vermelha", adverte a endocrinologista.

- Além do teor de gordura das carnes, é fundamental estar atento à sua forma de preparo. Carnes com qualquer tipo de molho são mais ricas em gordura, como é o caso do estrogonofe ou do filé ao molho madeira. "Vale lembrar que chapa não é grelha e qualquer carne preparada na chapa é considerada fritura, pois utiliza gorduras, muitas vezes sob a forma de gordura hidrogenada ou manteiga", diz Ellen.

- Por outro lado, é necessário desmistificar a ideia de que a carne de porco é sempre muito gordurosa. "O lombo de porco tem um teor de gordura considerado pequeno, quando comparado à picanha, à maminha, ao contrafilé e até ao filé-mignon", explica a médica.

- As massas também são fontes importantes de gordura, principalmente nos recheios e nos molhos. Ao consumir, a dica é optar pelo molho de tomate fresco. "O tomate é rico em licopeno, um potente antioxidante que ajuda no combate às placas de gordura", explica a nutricionista Daniela Jobst.

- Melhor substituí-las pela famosa dupla arroz e feijão, que pode ser bem magra - quando refogada apenas com alho, cebola e pouco ou nenhum óleo de soja.

- Consuma peixes de duas a três vezes por semana, privilegiando as espécies gordas - como atum, anchova e salmão. Todos eles são excelentes fontes de ômega 3, que protege o coração.

- Substitua o arroz branco pelo arroz integral. Este último possui mais fibras, que ajudam a diminuir a absorção do colesterol e ainda atuam na melhora do funcionamento intestinal.

- Todos os tipos de farofa são extremamente gordurosos, pois independentemente da associação dos vários tipos de alimentos como cebola, ovo, uvas-passas, bacon, linguiça e banana frita, a farofa nada mais é do que uma farinha frita.

- Frituras, como já sabemos, são um perigo e tanto, ainda que os alimentos tenham aparência de sequinhos quando prontos. Na verdade, quanto mais crocantes, pior. Lembre-se: a textura irresistível desses pratos é conseguida graças à adição de gordura hidrogenada (trans) tanto nas frituras quanto nos pratos assados.

- As sobremesas mais saborosas também são pratos muito gordurosos, em geral, feitos com óleo ou manteiga. "Além disso, a gordura somada ao açúcar rende pratos altamente calóricos", afirma a médica Ellen Paiva. Melhor do que fazer uma opção que oferece tantos riscos à saúde é escolher uma boa fruta depois das refeições principais. "Além de menos calóricas, elas possuem mais fibras", completa a nutricionista Daniela Jobst.

- Substitua o chocolate ao leite pelo de soja ou o amargo. "Além de ter menos colesterol, o amargo é rico em cacau, que é um ótimo antioxidante", diz Daniela.



A simples mudança de hábitos fornece resultados no tratamento do colesterol. "É possível observar uma redução em até 50% no nível de triglicérides e em até 15% nas taxas de LDL", diz Rosana Perim Costa.

APOSTE
- Laticínios desnatados deram um salto de qualidade nos últimos anos, possibilitando a ingestão de proteína e cálcio sem a gordura saturada. 

- Alimentos ricos em fibras - cereais integrais, frutas e verduras - ajudam a reduzir a absorção do colesterol. 

- Leguminosas - entre elas o feijão - são uma das mais importantes fontes de proteína vegetal e podem substituir as carnes vermelhas. 

- Óleos vegetais - como os de canola -, utilizados no preparo dos alimentos, fornecem gorduras boas, os ômegas 3 e 6.

- Produtos suplementados com fitosteróis são benéficos, quando aliados a uma dieta saudável. Eles contribuem para diminuir a absorção do colesterol. "Vários estudos científicos mostraram que esses alimentos reduziram de 10% a 14% os valores do LDL. Esse efeito foi conseguido com a utilização de 3 g de fitosteróis ao dia, o equivalente a uma colher de sopa cheia de margarina enriquecida", explica a médica Ellen Simone Paiva.

EVITE

- Carnes vermelhas, principalmente os cortes gordos como a picanha, o cupim, o contrafilé, as costelas e a linguiça. "A gordura também está na fibra. Por isso, as carnes são perigosas mesmo quando a gordura aparente é retirada durante o preparo", avisa o cardiologista Antonio Mendes Neto. 

- Frituras, especialmente com gordura hidrogenada, como as batatas fritas. 

- Bacon, pois contém grandes quantidades de gordura saturada. 

- Queijos amarelos, muito utilizados em pizzas, massas, gratinados, saladas, lanches e fast-foods, também são campeões de gorduras ruins. 

- Alimentos industrializados, pois são ricos em gordura hidrogenada - em especial bolos e achocolatados prontos, sorvetes de massa e biscoitos.

 FONTE: http://revistavivasaude.uol.com.br/


sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Política externa do Brasil 'decepciona' Obama, diz 'Wall Street Journal'

Uma reportagem do jornal americano The Wall Street Journal afirma nesta quarta-feira que a política externa do Brasil "está decepcionando" o governo do presidente americano, Barack Obama.
Em uma reportagem que examina o que chama de "resistência às suas políticas (dos EUA) para a região", o diário financeiro diz que a crescente influência brasileira e de outros países na América Latina é um "desafio" para Washington.

"Ao mesmo tempo em que permanece o principal ator na América Latina, o poder dos Estados Unidos é contido por vários fatores, incluindo a ascensão do Brasil como uma potência regional, a influência de uma facção de nações antiamericanas lideradas pela Venezuela e a demonstração de força da China, que enxerga os recursos latino-americanos como chave para o seu próprio crescimento".

Entre os episódios que, segundo o artigo, puseram o governo Obama em desafino com a região estão Cuba, o uso de bases militares na Colômbia e a crise política em Honduras.
Nesta última, diz o WSJ, os países latino-americanos "se ressentiram" de seus laços históricos com os EUA e demandaram inicialmente uma definição de Washington sobre a deposição do então presidente Manuel Zelaya em Honduras.

Quando definiu sua posição, entretanto, os EUA se distanciaram de grande parte da América Latina, incluindo o Brasil.

"A divisão é um dedo na ferida das relações com a região", sustenta o WSJ. "Washington ficou especialmente aborrecido com a visita do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, ao Brasil como parte de um giro no qual também visitou a Venezuela e a Bolívia, e recebeu apoio para seu polêmico programa nuclear."

Para o jornal, "a ascensão do Brasil como potência hemisférica está se tornando um desafio e – em termos de política externa – uma decepção para o presidente Barack Obama, que, como George W. Bush, desenvolveu um relacionamento próximo com o carismático presidente Luiz Inácio Lula da Silva".

A reportagem avalia que "a América Latina está profundamente dividida entre nações pró-EUA, como México, Colômbia e Peru, e um bloco de países populistas que inclui Venezuela, Bolívia, Equador e Nicarágua. Chávez às vezes também encontra aliados na Argentina e no Brasil".

Na avaliação do The Wall Street Journal, outra razão para o menor peso dos EUA na região é a presença cada vez maior da China, que "está financiando a estatal brasileira de petróleo (Petrobras) em US$ 10 bilhões".

Fonte: BBC Brasil

Conspiração + catástrofe = US$ 2 bi

A Sony está pronta para comemorar neste fim de semana a superação da marca dos US$ 2 bilhões de faturamento internacional, que somado ao arrecadado nos Estados Unidos já é a maior de todos os tempos com US$ 3,36 bilhões. Mas 2009 ainda não acabou e a contagem continua com 2012 faturando alto nas bilheterias.


Entre os destaques do estúdio neste ano figuram Anjos e Demônios, lançado em maio e com acumulado de US$ 353 milhões e o sucesso de Roland Emmerich, lançado em novembro, e somando até o momento US$ 451 milhões.


O chefão de marketing e distrinuição da Sony, Jeff Blake (foto), afirmou: “apesar da economia continuar a desafiar nossa indústria, o ano tem sido fantástico em todos os sentidos que eles poderiam imaginar”.


Esta será a quinta vez que um estúdio supera os dois bi internacionalmente. A Paramount fez o mesmo em 2008, a Warner Bros. superou em 2007 e 2004, e 20th Century Fox conquistou a marca em 2006.

Fonte: Adoro Cinema - TH Reporter



quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Apenas dois filtros solares passam em teste

Cinco das dez principais marcas de protetor solar em loção vendidas no País não são resistentes à radiação, segundo pesquisa da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste). Os produtos, entre eles Nivea e Sundown, perdem até 50% do FPS (fator de proteção aos raios UVB, responsáveis pelo câncer de pele) quando expostos a uma hora de sol. Na avaliação global, oito marcas das dez analisadas foram reprovadas por também não resistir à água ou não bloquear raios UVA, ligados ao envelhecimento da pele.

Apenas os protetores L'Oréal Solar Expertise e o Cenoura & Bronze foram aprovados. A avaliação global dos produtos é uma média das notas em cada um dos quesitos. O FPS é responsável por bloquear os raios UVB, que são mais fortes entre 10 horas e 16 horas, período não recomendado para exposição prolongada ao sol. São os principais responsáveis por câncer de pele, queimaduras e vermelhidão.

No teste de fotoinstabilidade, o FPS dos produtos foi medido antes e depois da exposição a uma temperatura de 40ºC. As marcas Avon, La Roche-Posay, Nivea, Banana Boat e Sundown foram reprovadas. Alguns produtos, como o da Nívea, perderam 50% do seu FPS. Todos os protetores analisados são de fator 30. Após uma hora de uso, eles caíam para FPS 15. "O segundo pior foi o La Roche Posay, que manteve só 62% de sua proteção indicada no rótulo", afirma Marina Jakubowski, química da Pro Teste. 

Isso não quer dizer que os produtos não oferecem proteção aos raios UVB, explica a pesquisadora, e sim que têm pouca resistência à luz e ao calor. Além de instável à exposição solar, o Coppertone declarou um fator de proteção (30), maior do que o medido (25). Todos as embalagens mencionavam resistência à água, mas após imersão de meia hora, a proteção do produto da Natura caiu para 30% do FPS inicial, por exemplo. O Sundown caiu para 55%. Para o especialista em foto proteção e professor da Faculdade de Medicina da USP, Sérgio Schalka, a diminuição do FPS é natural. "Mesmo os produtos que se declaram resistentes à água perdem, após 40 minutos de imersão na água até 50% do FPS."

As oito marcas de protetor solar avaliadas pela Pro Teste discordaram do resultado da pesquisa e informaram que seus produtos foram submetidos a testes científicos, aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e liberados para o comércio. Todas as empresas afirmaram que não tinham conhecimento do estudo. A L"Oréal Brasil, que representa a La Roche-Posay disse que desconhece qual "a instituição que realizou os testes" e os critérios utilizados.

A Nivea Brasil, fabricante do Nivea Sun Loção Solar Protetora informou que, como não teve acesso ao estudo, "não pode avaliar, em profundidade, detalhes sobre a metodologia e resultado do mesmo". Destacou ainda que todos os produtos da empresa são desenvolvidos sob protocolos globais de qualidade e que a loção solar protetora FPS 30 atende às exigências dos órgãos regulamentadores.

A assessoria de imprensa da Johnson & Johnson, que representa a marca Sundown, divulgou que só tomou conhecimento da análise da Pro Teste na tarde de ontem. A empresa ainda afirma que "estranha os métodos utilizados" e que usa, na formulação do protetor, uma combinação de filtros que garante a proteção UVA/UVB.


A Natura, que teve seu produto avaliado como ruim na proteção aos raios UVA, afirmou que a análise da Pro Teste difere da adotada pela Natura. E que tecnicamente não é possível compará-los, "pois fazem uso de metodologias e controles diferentes". O Estado não localizou o representante da Sun Pharmaceuticals, fabricante da marca Banana Boat. Valdir Oliveira, gerente de vendas da Arcom S/A, importadora oficial do Banana Boat Bloqueador Solar Ultra, afirmou que neste ano a empresa não comprou a linha analisada.

A Mantecorp, fabricante do Episol Loção Oil Free e do Coppertone, disse que seus produtos seguem padrões de qualidade nacionais e internacionais. a Avon, do produto Avon Sun, divulgou que a Anvisa não obriga "mencionar na rotulagem a indicação do fator de proteção UVA". 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Catástrofes anunciadas

Ulisses Capozzoli


            Anúncios terroristas de que o fim do mundo chega em 2012, fiel a uma pretensa profecia maia, assustam estupidamente as pessoas. Como se não bastassem as preocupações que elas já têm com problemas que vão do pagamento de dívidas, dificuldades com saúde, segurança e um conjunto de outros sobressaltos cotidianos.
            Que oportunistas possam ganhar dinheiro dessa maneira, da mesma forma que “pastores” saqueiam incautos em programas chorosos na TV, é um abuso que deveria ser tratado como caso de polícia.
            Mas estamos longe disso.
            Quanto custa, do ponto de vista psíquico, inquietudes como essa tolice de que não passaremos de 2012?
            Pessoas razoáveis, submetidas a um conjunto de fenômenos isoladamente prováveis, mas que deixam de fazer sentido se tomados em conjunto, caem na armadilha dos perversos e se deixam levar pelo sentimento do fim de tudo.
            Razoável considerar que o momento histórico que atravessamos sugira coisas desse tipo. O que não deixa de ser lamentável. Há banalização até com o fim do mundo, coisa que aterrorizaria apóstolos pessimistas e provocadores como Orson Welles.
            A história não só não acabou, como previa a tese insustentável (ainda que comemorada por aqui, à época em que Francis Fukuyama apresentou-a no contexto da pós-modernidade) como deve perdurar até que o último homem desapareça. E nada sugere que isso possa ser previsto com a obviedade sugerida pelo terrorismo de plantão.
            No contexto recente houve quem imaginasse que um buraco negro produzido pelas mãos do homem (o colisor de hádrons que retomou recentemente suas operações) engoliria a Terra como um urso faminto.
            Depois veio a tese repetitiva da aproximação de Marte (que ficaria do tamanho da lua cheia no céu).
            Agora repete-se à exaustão, com filmes, documentários e teses estapafúrdias, que os maias previram as ocorrências finais.
            Um alinhamento do Sol com o centro da Galáxia seria uma possibilidade. Nessa posição, o Sol explodiria como uma gigantesca bomba atômica, o que, de fato essa estrela é.
            Mas o Sol explode há bilhões de anos e se um dia engolfará toda a Terra, essa data está muito longe de nós. Algo como alguns bilhões de anos nos cenários considerados pelos astrofísicos.
Portanto, durma em paz, pague suas contas e se preocupe em não fazer outras, especialmente com cheque especial. Neste caso, a taxa de juros é realmente coisa de fim de história, mas apenas para quem cair na armadilha dos bancos.
Também não perca muito tempo pensando no choque de cometas ou asteróides com a Terra. Até porque, se isso acontecer, será tudo rápido e sumário. Morremos coletivamente e ninguém terá motivos para se queixar da solidão de partir só.
Vulcanismo e tremores de terra também são invocados num cataclismo imaginado como único e que promete não deixar  pedra sobre pedra.
Vulcanismo e sismos, no entanto, são decorrências do fato de a Terra estar geologicamente vivas e exatamente por isso estamos aqui.
Pode estar chegando a época em que Carl Sagan previu da criação de religiões com base em conceitos científicos, mas intenções aterrorizantes, exploradoras da boa fé e do sofrimento alheio. Uma época sem qualquer afeto, generosidade, compaixão e traços elementares de humanidade.
Tudo em nome do dinheiro.
A racionalidade humana realmente é de natureza controvertida.

Fonte: Blog da Scientific American